Alameda Santos, 211 Cj.1305 Seg - Sex 07:00-19:00 Sáb. 08:00-13:00 55 11 3283 2018 - Whatsapp 55 11 95327 9449
0

Rede Gestar

A Rede Gestar de Medicina Fetal é um grupo formado por profissionais altamente especializados e por centros médicos (clínicas, hospitais e laboratórios) de todo o território nacional, que tem como finalidade disponibilizar às gestantes os mais avançados recursos para prevenção, diagnóstico e tratamento clínico e/ou cirúrgico de todas as doenças que podem acometer o feto.

Os objetivos principais da Rede são: garantir contínuo aperfeiçoamento, atualização e integração dos profissionais e das instituições participantes; garantir e facilitar o acesso das gestantes provenientes de todas as classes sociais (setores público e privado) aos centros e profissionais que integram o grupo.

Os especialistas participantes da Rede têm sua formação e atualização continuadas graças a parcerias sólidas entre instituições e profissionais que promovem assistência, ensino e pesquisa. Devem ser destacados os papéis fundamentais que o Centro Gestar de Medicina Fetal, o CETRUS (Centro de Ensino em Tomografia, Ressonância Magnética e Ultrassonografia), o Hospital do Coração de São Paulo e a Chromosome Medicina Genômica têm na garantia dessa formação continuada e na assistência diferenciada a gestantes provenientes de toda a América Latina.


Atualmente, sob a coordenação do Dr. Fábio Peralta, 6 centros no Brasil e outros 3 no Chile e na Colômbia estão em processo de treinamento específico para as cirurgias fetais. Esse treinamento visa habilitar profissionais de altíssimo gabarito, que há anos têm se dedicado à medicina fetal, ao tratamento do feto com as técnicas mais avançadas e eficientes disponíveis na especialidade. Para tanto, um programa bem estruturado, que envolve as instituições mencionadas acima, se completará em dois anos, tempo mínimo para que estes especialistas realizem, com supervisão e orientação, número suficiente de cirurgias para atingir um grau de expertise que garanta bons resultados. Este investimento visa descentralizar a cirurgia fetal das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, facilitando, de acordo com o propósito da Rede, o acesso de pacientes de todo País a todos os tratamentos disponíveis na medicina fetal. Assim sendo, Dr. Everardo Guanabara (Ceará), Dr. Orlando Neto (Pernambuco), Dr. Sérgio Matos (Bahia), Dr. Jair Braga (Rio de Janeiro), Dr. Fábio Batistuta (Minas Gerais) e Dr. Daniel Bruns (Santa Catarina), em processo de treinamento, contribuirão em breve com o “braço terapêutico cirúrgico” da Rede Gestar.