Alameda Santos, 211 Cj.1305 Seg - Sex 07:00-19:00 Sáb. 08:00-13:00 55 11 3283 2018 - Whatsapp 55 11 95327 9449
0

OUTROS PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS

  • Oclusão traqueal fetal endoscópica para hérnia diafragmática congênita
  • Correção Intra-útero de Mielomeningocele
  • Amniodrenagem
  • Ablação com laser de vasos placentários para transfusão feto-fetal, restrição de crescimento seletivo na gemelaridademonocoriônica e gêmeo acárdico.
  • Cauterização bipolar de cordão para gêmeo acárdico
  • Transfusão intrauterina

Objetivos: Tratamento da anemia fetal.

Idade gestacional: Da 20ª semana até o final da gravidez.

Técnica: O procedimento é realizado por via abdominal, com a gestante deitada em decúbito dorsal horizontal (com o abdome para cima). Após identificar a posição da placenta e do cordão umbilical com o uso do equipamento de ultrassonografia, o médico realiza a antissepsia (limpeza) da pele do abdome materno e aplica um pouco de anestésico local onde será introduzida a agulha. O procedimento todo é realizado sob orientação ultrassonográfica. Ao atingir o cordão umbilical com uma fina agulha, o médico colhe uma amostra do sangue fetal para análise da gravidade da anemia. Depois disso, quantidade específica de sangue é lentamente infundido na veia umbilical fetal. Durante o exame, é possível que a gestante sinta leve cólica em baixo ventre.

Duração: Depende do objetivo do exame, se investigação de doença ou tratamento fetal. Para investigação de doenças (somente coleta do sangue fetal) o exame demora aproximadamente 5 minutos.

Contraindicações: Não há contraindicações específicas para este tipo de exame. Pacientes com distúrbios de coagulação ou tomando algum tipo de anticoagulante devem avisar o médico antes da marcação do exame.

Limitações: Específicas, na dependência do objetivo do exame. Fatores limitantes que independem do objetivo do exame são as posições da placenta e do cordão umbilical, que podem dificultar a execução do procedimento.